1. Home
  2. Cloud Hosting
  3. Como fazer um gerenciamento avançado da sua base MySQL
  1. Home
  2. Hospedagem de Sites
  3. Como fazer um gerenciamento avançado da sua base MySQL
  1. Home
  2. Servidores Gerenciados
  3. Como fazer um gerenciamento avançado da sua base MySQL

Como fazer um gerenciamento avançado da sua base MySQL

Listando todas as variáveis do MySQL

Com a query abaixo você consegue visualizar, por exemplo, quantas conexões seu usuário pode fazer (max_user_connection) e qual o tamanho máximo de um arquivo (casos de campos do tipo BLOB) a ser enviado (max_allowed_packet).

 SHOW VARIABLES;

É possível filtrar os nomes das variáveis também, por exemplo:

 SHOW VARIABLES LIKE '%connection%';

A query acima mostrará apenas as variáveis que contenham ‘connection’ no nome.

Alterando valores de uma variável

Em alguns casos é possível que se altere o valor de uma variável, mas a alteração será válida somente para a sessão (conexão) atual. Quando você abrir uma outra conexão ou desconectar e conectar novamente, a nova conexão sempre carregará os valores padrões.

Sintaxe da query de alteração:

 SET nome_da_variavel = novo_valor;

Exemplo:

 SET table_type = InnoDB;
  • Este exemplo altera o padrão das tabelas a serem criadas de MyISAM (padrão Locaweb) para InnoDB.

Para saber se uma variável pode ser alterada, ou se ela foi alterada (baseada no exemplo acima), rode:

 -- Veja primeiro o valor atual da variável.
 SHOW VARIABLES LIKE 'table_type';
 
 -- Altere para o valor desejado.
 SET table_type = InnoDB;
 
 -- E veja novamente o valor da variável.
 SHOW VARIABLES LIKE 'table_type';

Não são todas as variáveis que podem ser alteradas, as que exigem um SET GLOBAL somente o usuário ‘root’ ou outro com mais privilégios terá condições de alterá-la.

A Locaweb não altera o valor das variáveis globais no servidor (as que exigem SET GLOBAL), pois impactará diretamente nas outras bases que estão sob o mesmo servidor.

Clientes dos planos com Gerenciamento pela Locaweb podem solicitar estas alterações criando um chamado no Help Desk

Visualizando as conexões ativas

A query que fará você visualizar as conexões do seu usuário ativas será

 SHOW PROCESSLIST;

Ela retornará valores como PID (número do processo da conexão), a quantidade de conexões do seu usuário à base, a query que a conexão está rodando no momento ou se ela está ociosa (sleep).

Derrubando conexões e processos presos

Caso se depare com problemas de conexão presa, ou seu usuário esteja usando todas as conexões disponíveis para ele, a query abaixo derrubará a conexão que você escolher:

Sintaxe:

 KILL <numero_PID>;
  • O PID você obtém rodando SHOW PROCESSLIST (exemplo do tópico anterior).

Exemplo:

 KILL 2552;
Atualizado em 6 de dezembro de 2018

Este artigo foi útil ?

Artigos relacionados